quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Encontro de Ano Novo - Zona Sul

Um grupo de entusiastas Lotus de Lisboa está a organizar um mini-encontro ou a desculpa perfeita para tirar os Lotus da garagem numa manhã de Inverno!

O local - Castelo de Bode (ou Castelo do Bode como se lê em algumas das placas locais).
O dia - Domingo, 08/Jan.

Segundo os organizadores a ideia inicial era simples:

- Encontro de manhã em Lisboa e/ou noutros locais;
- Viagem para Castelo de Bode (1h30);
- Paragem em...
- Subida para a Serra;
- Almoço em...
- Regresso a casa.

Um pouco mais elaborado surgiu depois um programa mais concreto:

“Está feito o trajecto! Lisboa direcção Castelo de Bode para o almoço, uma volta de barco para quem quiser e foto em cima do paredão. Depois arrancamos para Tomar com paragem na Praça da Câmara com tentativa de estacionamento mesmo na Praça e visita à Mata dos Sete Montes (se não der parámos no Hotel dos Templários). Depois subimos ao convento para ver as vistas e arrancámos em direcçao a Fátima com paragem para ver o Aqueduto de Pegões. Do aqueduto ate Fátima estrada de montanha para disfrutar da conduçao. Em Fátima uma ida ao kartodromo para andar de Lotus ou se não for possivel, alugar karts. Depois arrancamos para o Santuário de Fátima onde acaba o passeio.”

Os detalhes surgirão dentro de dias mas para já tanto o João Blatmann como o Francisco Figueiredo querem saber o que contar de forma a organizar melhor toda esta logística. Se estiverem interessados contactem os dois pelos emails jblattmann@gmail.com e franciscolalas@netcabo.pt

Esta é a primeira organização desta dupla por isso contamos com a sua adesão de forma a motivar os rapazes! Precisamos de mais gente assim e o clube agradece este empenho e a disponibilidade destes dois que se juntam ao Fernando Aguiar e ao Miguel Oliveira como os dinamizadores da zona Sul.

Inscrevam-se!

Informação actualizada em: http://tinyurl.com/crlfjax
Share

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Elise S2 à venda! VENDIDO!

O Sérgio Terlica da Amadora está a vender o seu Elise S2 de 2003 por motivo de "desempate de capital para outros investimentos". O carro segundo o Sérgio é "único" e isso podemos atestar depois de termos já passado algum tempo com ele. Vem na exuberante cor "Chrome Orange" e conta com vários extras no interior. O Elise tem neste momento 50.000km e o Sérgio pede por ele 29.900€ VALOR NEGOCIÁVEL. O Sérgio pode ser contactado pelo email sergioterlica@sapo.pt ou pelo telefone 964650708.
 
Share

Chassis Europa para venda

O nosso amigo Carlos Pereira de Caxias tem para venda um chassis de reserva do seu Lotus Europa S2 por motivo de falta de espaço que este ocupa e solicita a divulgação aos membros do Clube. O valor pretendido é, segundo o Carlos, um valor simbolico de 250 Euros. Poderão contactá-lo através do mail pereiramg@vizzavi.pt para mais esclarecimentos.

Share

Encontro Lotus?

Está na forja um encontro Lotus no ínicio de 2012. Participe na discussão! 

http://www.thelotusforums.com/forums/topic/47760-clube-lotus-encontro-de-natal/

Share

domingo, 18 de dezembro de 2011

Condução Desportiva V - O Equilíbrio

O equilíbrio de um carro em movimento é o factor mais importante na Condução Desportiva.


Noções de Carga Suspensa:

Imaginemos que seguramos um aquário com água. Assim que começarmos a andar para a frente, a massa da água desloca-se para trás colocando a sua carga (peso) na traseira. Da mesma forma, se pararmos a carga da água desloca-se para a frente transferindo o seu peso para a dianteira.



Sempre que efectuarmos uma curva, a carga da água desloca-se lateralmente e longitudinalmente variando a sua deslocação conforme alteramos a direcção e a velocidade do movimento.


Sendo um carro uma carga suspensa em quatro pontos, os conjuntos chamados suspensões que por sua vez estão assentes nas rodas, é fácil entender que a massa de um carro em movimento desloca a sua carga sobre estas num ângulo horizontal variável em 360º, dependendo a sua variação vertical e o seu peso da velocidade da aceleração, da deslocação, da travagem e do ângulo de viragem.


Considerando que todos estes factores variam em simultâneo, o domínio e a gestão do seu equilíbrio é o segredo que permite conduzir um carro desportivo a elevada velocidade de forma segura e controlada.


Existem ainda variáveis adicionais que influenciam significativamente este equilíbrio tais como os movimentos do condutor, a inércia, a força G, o combustível no depósito, o óleo no motor, os pneus, o piso, a aderência, a aerodinâmica, o vento, etc...


Antes de controlarmos a variação da carga do carro, temos de começar por controlar a nossa ou seja, a do condutor. Para além do movimento dos pés nos pedais (note-se, dos pés, não das pernas, que deverão manter-se praticamente imóveis) e das mãos no volante e no manípulo da caixa de velocidades, o resto do corpo deve estar firmemente encaixado no assento conforme indicado no capítulo II (Condução Desportiva II - A Posição).


A cabeça poderá ser ligeiramente inclinada para o interior das curvas mas este movimento não deve ser exagerado pois o seu peso estático é de aproximadamente 10% do nosso peso total e aumenta consideravelmente com a deslocação podendo a força G provocar lesões sérias no pescoço.


Nota: Fotos do Piloto Ernesto Neves ao volante do Lotus Cortina, cujas extraordinárias características facilitam a visualização das explicações.

O balanceamento do volante é essencial para manter um carro equilibrado e é sempre efectuado com ambas as mãos, conforme indicado no capítulo III (Condução Desportiva III - O Volante).


Todos os Lotus têm a direcção muito directa pelo que, apenas em curvas muito fechadas é necessário mudar a posição das mãos no volante. Quando surge essa necessidade e sempre que o volante tiver que ser rodado mais de 180º (meia-volta), há que garantir que o controlo do equilíbrio do carro se mantém. Para tal, as técnicas a utilizar são as seguintes:

Balanceamento simétrico:
Esta técnica é a mais utilizada e consiste em manter firme a mão que está mais acima (será a esquerda numa curva para a direita e a direita numa curva para a esquerda) e aliviar a pressão da mão que fica por baixo ao atingir a meia-volta e, sem largar o volante, mantê-la nessa posição pronta para agarrar firmemente o volante assim que se começa a desfazer a volta, mantendo os braços simétricos.


Balanceamento misto:
Consiste em rodar o volante deslocando a mão esquerda entre as 7 e as 11 horas e a mão direita entre a 1 e as 5 horas, aliviando a pressão de uma ao firmar a outra enquanto se roda o volante. Numa curva à esquerda, a mão direita sobe rodando o volante das 3 até à 1 hora e a mão esquerda prossegue com a viragem descendo desde as 11 até às 7 horas. Se for necessário continuar a virar, a mão direita re-agarra às 5 subindo até à 1 hora e assim sucessivamente.


É muito importante que as mãos nunca se cruzem uma sobre a outra, mas antes que se desloquem deslizando sobre volante sem nunca o largar, a não ser a mão que vai ao manípulo da caixa de velocidades (movimento esse que deve ser tão rápido quanto possível) e que nunca escorreguem no volante, pelo que se devem usar luvas específicas para esse efeito.


Nos próximos capítulos analisaremos como se gere o equilíbrio do carro transferindo a carga da sua massa entre os eixos e selectivamente para cada uma das rodas.
Share

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Motor Racing DVDs

O Gary Critcher é um jornalista britânico, de quem sou amigo há vários anos, que partilha connosco a mesma paixão pelos Lotus. Recentemente criou um novo site dedicado à venda dos seus vídeos:
www.motorracingdvds.com

Share

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Finalmente Club Racer!

Um amigo do João Ferrand enviou-lhe esta foto tirada em Lisboa e que dá conta da chegada de um Elise Club Racer ao país. Alguém se acusa? :)
Share

domingo, 30 de outubro de 2011

Graragem Aurora Festival of Speed - Fotos

Presença habitual da legião Lotus nos eventos do Rui Sanhudo. Desta vez não nos habituais Elise/Exige mas em monolugares. Manuel Pinheiro no seu Van Diemen de Formula Vauxhall, Pedro Charais no seu Sheane MK2 da Formula Vee, Paulo Porto no seu Olimpic de Formula V e Fernando Cordeiro no seu imaculadamente restaurado Lotus 61 MX de Formula Ford foram alguns dos nomes que participaram nas voltas dedicadas a esta classe de veiculos de competição. À volta do circuito ainda podemos apreciar 2 belos Lotus Cortina, algumas réplicas Seven o belo Elan DHC do Gil Dias e dois dos habituais Elise que se juntam a nós. Um belo dia de sol rodeados de belas máquinas como aliás é habitual nas organizações Club Racing. Na próxima contem novamente com o nosso clube!

Fotos disponíveis neste link
Share

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Garagem Aurora Festival of Speed


O ClubRacing, equipa do Rui Sanhudo membro estimado do nosso clube, organiza o "Garagem Aurora Festival of Speed" a 29 de Outubro no Circuito Vasco Sameiro em Braga. 

Em pista vão desfilar cinco categorias de carros, com limite a 40 viaturas, esperando-se que seja um encontro de máquinas que fizeram e continuam a fazer as delícias dos amantes dos automóveis.

O evento está aberto a carros:

- clássicos/clássicos modernos;
- formulas e monolugares;
- clássicos de competição e outros carros de competição;
- super desportivos modernos.

Um do momentos altos da tarde será o "Mestre Eduardo Revival" para pilotos que no passado/presente se distinguiram ao volante dos carros preparados na garagem Aurora.

A pista estará aberta durante 60m para cada categoria sendo o valor de inscrição de 50€ por carro.

Horário, regulamento e ficha de inscrição em clubracing-pt.blogspot.com ou www.circuitoviladoconde.pt para qualquer outra informação contactar clubracing@iol.pt
Share

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Lotus Elise S1 à venda! VENDIDO!

O nosso amigo Rui Fernandes decidiu separar-se do seu belo Lotus Elise S1, a estrela do nosso stand no último Autoclássico. Este modelo de 1997 foi propriedade de 3 grandes entusiastas da marca que o estimaram até esta altura. O pequeno Lotus tem neste momento 56.000kms, sempre assistido na marca e com poucos problemas ao longo dos seus 14 anos de vida. Certamente um dos melhores exemplares deste modelo à venda no nosso país! O carro tem varios extras: centralina para 150cv, escape em aço inox Larini, filtro K&N e discos Brembo de maior dimensão+pastilhas.Tem ainda 4 amortecedores Koni Stage 2 instalados aos 45000 kms. O António Queirós, anterior dono antes do Rui, tem ainda consigo o escape de origem e uma grelha para instalação das "driving lamps" para os interessados.

O Rui avança um valor a rondar os €23.000 negociaveis e pode ser contactado pelo email rfernandes@netc.pt

 
Share

sábado, 8 de outubro de 2011

Para venda motor Lotus recondicionado




Informações ? contactar a Minforsport.
Share

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Condução Desportiva IV - O Conforto

O conforto, embora possa não parecer, foi algo a que tanto os Pilotos como as suas Equipas sempre deram especial atenção, numa tentativa constante de aliar o bem estar à segurança.


Regra geral, na Condução Desportiva deve utilizar-se roupa confortável, que não seja justa e permita boa amplitude de movimentos, transpirável, respirável e que garanta que durante a condução a temperatura do corpo se mantém estável a níveis aceitáveis. Note-se que no interior dos carros de corrida, a temperatura facilmente ultrapassa os 50º C.


A exigência física da Condução Desportiva aliada à emoção que provoca fazem com que o corpo rapidamente comece a aquecer. Uma vez que a maioria dos carros desportivos, tais como os Lotus, não possuem ar condicionado, deverá ter-se isso em consideração com a selecção da roupa a utilizar. Mais vale começar com alguma sensação de frescura do que ter de parar por não aguentar o calor ou os seus efeitos.

Deverá ser dada especial atenção ao calçado. Sapatos com sola fina de couro ou com sola fina de borracha anti-derrapante são o ideal. Os ténis normalmente têm uma sola de borracha demasiado grossa para permitir muita sensibilidade nos pedais pelo que, não são recomendáveis. O calçado deve ser respirável, no passado muitos Pilotos sofreram queimaduras sérias nos pés devido ao sobreaquecimento.


Caso se utilizem óculos, estes deverão ser polarizados, anti-reflexo e não afectar a visão de profundidade de campo. A armação não deve impedir nem limitar a visão periférica. Para os Pilotos profissionais existem óculos especiais, com lentes inquebráveis e armações que previnem lesões em caso de acidente.
Em muitos eventos de Condução Desportiva o uso de capacetes e de luvas é obrigatório. Mesmo não sendo, o bom senso recomenda a sua utilização. O capacete deve ser homologado e do tamanho correcto para a cabeça do utilizador. Os Pilotos usam capacetes feitos à sua medida. Note-se que um capacete após sofrer um impacto não deve ser reutilizado.


Utilizar um capacete maior que o indicado reduz significativamente a sua eficácia e perturba seriamente a condução, enquanto um capacete demasiado pequeno dificulta a comunicação e pode mesmo provocar dificuldades respiratórias e de visão.


A colocação e a remoção do capacete nunca deve ser afectada ou dificultada por qualquer objecto como brincos, piercings, ganchos, hastes, etc. e este deve manter sempre o mecanismo de fecho trancado e ajustado durante a sua utilização. Nunca se devem alterar os sistemas de fecho dos capacetes.


É recomendável que se experimente operar todos os instrumentos do carro com o capacete colocado. Depressa de descobre que algumas afinações e movimentos têm de ser reajustados, tais como os espelhos e o assento. Também se deve ensaiar entrar e sair rapidamente várias vezes do carro com o capacete colocado, embora possa não parecer é mais difícil e moroso do que se imagina.


As luvas devem ser específicas para condução, protegendo as mãos e garantindo o agarre ao mesmo tempo que não comprometem a sensibilidade para operar o volante, os instrumentos, botões e manípulos do carro.


Existe no mercado uma imensa variedade de equipamento específico para Condução Desportiva e pilotagem, sendo mesmo muito dele personalizável.


Mantendo a máxima de que a segurança está em primeiro lugar, fica ao critério de cada um ponderar o grau de investimento que o seu nível de condução justifica.
Share

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Club Lotus Portugal no Autoclássico 2011

Caros Amigos/as

Por razões de ordem profissional, vou estar fora do país durante um período indeterminado de tempo. Nestas circunstâncias, e por razões óbvias, entendi delegar no Rui Coelho a direcção do Club Lotus Portugal. Este é o corolário natural, uma vez que o Rui tem sido, de todos os membros, aquele que mais se tem empenhado na sua dinamização, demonstrando sempre uma disponibilidade total para ajudar em tudo o que é necessário.

Uma palavra de apreço também para o Fernando Aguiar e para o João Ferrand pela actividade que têm vindo a desenvolver, respectivamente, nas zonas Sul e Centro.

Last but not least, agradeço a todos/as o entusiasmo que têm dedicado ao clube, fazendo votos para que dêem todo o apoio ao Rui Coelho neste novo desafio que lhe lancei.

Deixo-vos com as imagens da montagem do nosso stand na Exponor, onde poderão ver um dos primeiros Elises vendidos em Portugal, gentilmente cedido pelo Rui Fernandes.

Um grande abraço do Pedro Aroso.

DSC_0297

Pedro Aroso, Rui Fernandes e Rui Coelho.

DSC_0302

Pedro Aroso, Gustavo Aroso e Miguel Aroso.

Share

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Encontro Relâmpago - Rescaldo

Na passada manhã de Sábado, todos estávamos longe de imaginar que um Encontro Relâmpago pudesse contar com tantos participantes!

O Elise do Miguel apresentou-se convertido !

O Seven do João já circula !


O Elan do José Gil soma e segue aos 180.000 km que já têm !


Tivemos a ilustre visita de um Type 116 !


Entre outros que constituíram este ilustre grupo de Lotistas !


Seguiu-se um pequeno-almoço oferecido pela Ascari num parque do ACP que mais parecia a Gruta do Ali-babá, tantas eram as preciosidades que continha !


Uma vez mais, o Club Lotus Portugal proporciona uma manhã muito bem passada aos apaixonados pela Lotus.

Até breve !
Share

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Novo motor Lotus V8 já rola!



A 18 de Agosto, dentro do prazo e como planeado a Lotus ligou pela primeira vez o novo motor V8 que será o coração da gama começando com o Esprit no final de 2013. Quase 40 anos após o lançamento do seu primeiro motor, a série 900, o novo motor, projectado por Wolf Zimmermann, tem até agora, "superado todas as expectativas" em termos de potência, redline e outros factores.

A equipe trabalhou duro para manter o estipulado neste projecto tão importante e complexo. Na verdade, 20 minutos foi o tempo de sobra já que o motor foi ligado às 23:40 no dia 18! A Lotus espera ter o motor montado e a funcionar num modelo de testes Esprit até o final deste ano. Este motor também será usado no Elite e Eterne e poderá ser usado na forma V6 no Elan. Zimmermann também explicou que não é muito trabalhoso converter num motor de 4 cilindros em linha para o Elise ficando assim todos os modelos com motores "da casa".
Share

terça-feira, 20 de setembro de 2011

! Encontro Relâmpago !

Na sequência da iniciativa “Pequeno Almoço Ascari & Empark” em Lisboa nada melhor do que voltar a organizar outro Encontro Relâmpago do Club Lotus Portugal!

Assim, todos os Lotistas que pretendam participar neste encontro apenas terão que comparecer com os seus Lotus no próximo Sábado dia 24, entre as 10h e as 11h, no Club de Tiro de Monsanto.

Seguiremos depois para o Parque de Campo de Ourique da Empark, sito na Rua Francisco Metrass, onde no piso -4 um Parque Lotus gratuito aguarda os participantes. Aí poderão ser apreciados e adquiridos Livros do Mundo Automóvel enquanto se toma um café com bolinhos !!!

Seguir-se-á um um almoço entre todos os participantes em local a combinar na altura e o encontro continuará até os últimos Lotistas partirem rumo ao horizonte pelo que, não tem horas para acabar.

Uma iniciativa do Club Lotus Portugal com a organização do Miguel Oliveira.

Contamos com a vossa presença!

Share

Crónica da 1ª prova da SSS. Pedro Charais em destaque!

Disputou-se este fim-de-semana a segunda prova da Single Seater Series, primeira pontuável para o campeonato.

O número de participantes foi inferior ao da prova anterior e ao previsto para as próximas devido à falta de possibilidade de comparecer de alguns concorrentes mas não impediu a realização de 2 divertidas corridas.

A classe Formula Ford Kent anos 70 foi mais uma vez a mais animada com uma interessante luta em ambas as corridas entre Valter Fernandes no Merlyn Mk17 de Velez Grilo e Campos Costa no seu Merlyn Mk24. 
 
Em ambas as corridas acabou por ser Valter Fernandes a levar a melhor, no entanto sempre com margens muito reduzidas. Menos de 3 segundos separou os 2 pilotos na corrida 1 e na corrida 2 a margem não chegou aos 3 décimos de segundo após várias trocas de posição em cada volta.

Vitor Sampaio triunfou na classe Formula Ford Kent anos 90 em ambas as corridas e na 1ª corrida também andou em luta directa com Valter Fernandes e Campos Costa até um peão perto do fim o ter afastado dos dois Merlyn.
 
Na segunda corrida o piloto do Ray 98FZ preparado pela G-Tech/Formula G acabou por deixar fugir os 2 Merlyn mais cedo devido a cansaço físico.
Alberto Velez Grilo alinhou desta feita no seu Palma Formula V. O bonito monolugar nacional não rodava em pista há cerca de 40 anos e apesar de alguns problemas mecânicos o terem impedido de participar na 2ª corrida, Alberto Velez Grilo tenciona participar com este carro no Algarve Historic Festival.

O piloto Lotus Pedro Charais voltou a participar com o seu Sheane Mk2, Formula V construído na Irlanda no fim da década de 90 triunfando assim nesta classe em ambas as provas, fazendo sempre arranques magníficos que lhe permitiram rodar perto dos Formula Ford Kent durante o início da corrida.

António Alves fez a sua estreia em competição nesta prova, marcando também a estreia de um Formula Vauxhall Jr. 8V na Single Seater Series triunfando na classe em ambas as corridas com o seu Van Diemen do fim da década de 80.

O piloto mais azarado do fim-de-semana foi sem dúvida Paulo Sousa. Após dificuldades nos treinos livres, o motor do Van Diemen da classe Formula Ford Kent anos 80 acabou por ceder na qualificação e o piloto da A.L.M.A. Racing ficou assim de fora de ambas as corridas.

Na classe Formula Ford Zetec anos 90 os 3 três carros da equipa G-Tech/Formula G ficaram ordenados da mesma forma nas 2 corridas com o Van Diemen RF98Z de Fernando Mayer Gaspar a triunfar em ambas à frente de Pedro Ágoas em Mygale SJ99 que fez a sua estreia aos comandos de um Formula Ford naquela que foi a sua segunda corrida como piloto.
 
Fernando Gaspar foi o mais azarado dos 3. Problemas de embraiagem na 1ª corrida e de selector de mudanças na 2ª corrida afastaram-no cedo da luta pela classe apesar de se ter mostrado ameaçador na 1ª volta até surgirem os problemas.

A próxima prova do campeonato realiza-se já a 8 e 9 de Outubro no Autódromo do Estoril.
Share

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Confirmam-se as suspeitas…

A Lotus acaba de lançar um Exige destinado a ralies!

Share

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Fotos exclusivas e mais detalhes de Frankfurt por Andy Betts - TLF

Share